domingo, 11 de agosto de 2013

Cantinho do Coração de Jesus

LA FERMEZZA DOLCE

     Com certeza ainda ecoam pelos nossos ouvidos cada palavra, cada ensinamento que nosso querido Papa Francisco nos trouxe. Superando todas as expectativas do clero, de cada religioso(a), de cada peregrino de tantos países, e de todos nós, pequenos ou grandes, católicos e até de outras crenças, pudemos ficar maravilhados com a trajetória e atuação do Papa em nossa pátria. Descobrimos que fomos premiados, que fomos iluminados por tantas e tão grandes bênçãos. Nós o esperávamos como se espera um pastor e, aos poucos, fomos sentindo a presença forte de um Pai, de um grande amigo, de uma firme e alentadora esperança. Ele se apresentou ao Brasil e ao mundo todo como um Pastor ungido, preparado, iluminado mas, sobretudo como um verdadeiro porta voz de nosso Deus e Senhor.

    Na ternura do seu sorriso, na suavidade de sua voz, na firmeza de suas palavras, na inteligência de suas ideias, na serenidade dos seus passos e gestos, na humilde simplicidade de seu coração e de seus sentimentos e no testemunho forte e marcante de sua fé e piedade, todos nós nos sentimos agraciados com a visão transfigurada de Jesus.

    Nós todos que não pudemos ir ao Rio de Janeiro, acompanhamos pela TV o passo a passo da JMJ, sempre com o gostinho de quero mais, de que hoje foi ainda melhor do que ontem e principalmente, de não querer que acabasse nunca toda aquela alegria, aquela paz, aquele carinho fraterno que tomou conta de nosso corpo e de nossa alma.

    O Papa Francisco veio nos lembrar de uma vez por todas:

**    de como somos felizes por ser católicos;
**    de como é importante e necessário rezar e viver a Santa Palavra;
**    de como é básico aqui na terra, acolher, acolher e acolher como Deus sempre nos acolheu e acolhe;
**    de como vale a pena sermos parecidos com Jesus.

    Com firmeza e ao mesmo tempo com doçura ele soube nos corrigir, nos ensinar, nos animar e nos colocar em perfeita sintonia com Nosso Senhor.

    Creio que o seu testemunho de grande fé, de humildade, de ser irmão, de servir e acolher sempre, há de nos fazer todo o bem de que precisamos, há de nos edificar a todos nós para todo o sempre.

    Resta-nos agradecer verdadeiramente ao Senhor Deus que nos cumulou de graças e bênçãos, desde quando pudemos acolher em nossas casas nossos irmãos de fé, em semana missionária. Eles eram muitos e de tantos lugares diferentes, mas algo em comum nos uniu fortemente: juntos cremos num Deus vivo, forte e imortal.

     De coração alegre e contrito eu quero agradecer a Deus por tamanha bondade e misericórdia operada em nossas vidas; pelo Papa Francisco, canal e fonte de tanta luz e bênção; por todo o bem que ainda poderemos fazer, ensinados e animados pelo nosso Papa; pela alegria, sem medida, de pertencer à Igreja Católica Apostólica Romana.

    Obrigado por tudo Senhor! Eu Te amo cada dia mais!...

    Um abraço amigo,

Maria José da Silva Alfredo

Postar um comentário

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores


Foto: