terça-feira, 15 de setembro de 2009

BANDA ALFA E ÔMEGA

AME - CD RECOMEÇAR






Música AME que faz parte do CD "Recomeçar" da Banda Alfa e Ômega composta por integrantes das cidades de PATROCNIO/MG, IBIA/MG, ARAXA/MG, UBERABA/MG E PARACATU/MG. Pessoas que não medem distancia para fazer a vontade de Deus.

BANDA ALFA E ÔMEGA

Deus te Ama



Banda Alfa e Ômega - Deus te Ama - Academia do Som - 12.06.08

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

EDITORIAL


“Fiquem sempre alegres no Senhor!” (Fil.4,4)

Irmãos e irmãs, sendo setembro o mês dedicado à Bíblia, a Igreja nos indica a leitura das cartas de São Paulo aos Filipenses, para este ano. É um escrito curto e bom de ser lido e refletido em família. Que tal, pais e filhos fazerem juntos essa experiência?!...

Nessa carta o apóstolo revela a ternura de Deus para com seu povo e ensina a comunidade (Família, Igreja, Pastorais,etc.) a viver unida: “uma só aspiração, um só amor, uma só alma e um só pensamento” (2,2).

Aponta os desafios do cristianismo, ao mesmo tempo, que mostra a gratificação e a alegria vivenciadas pelos que cumprem sua missão de batizados.

É um convite para iniciarmos evangelizando aqueles que nos são mais próximos, a exemplo de Maria, cuja natividade celebramos dia oito, e assim, sentirmos a alegria de poder oferecer a nossa Pátria e ao mundo, cidadãos evangelizados e conhecedores da justiça e do amor, princípios básicos de uma sociedade cristã.

Saúde e Paz.



Lourdes Barbosa

10 ANOS DA PARÓQUIA SANTA TEREZINHA






Em comemoração aos 10 anos da Paróquia Santa Terezinha, a Imagem de Santa Terezinha está visitando as comunidades urbanas, o inicio foi no dia 23 de Agosto com a comunidade de Nossa Senhora do Rosário, onde ela passou uma semana. Esta semana foi uma semana de oração e louvor à Santa Terezinha, no dia 30 foi a vez da comunidade de Nossa Senhora Aparecida, receber a visita de Santa Terezinha, onde ela ficou até dia 06 de Setembro. A comunidade de Santa Edwiges recebeu a Imagem no dia 06, onde ela estará até o dia 13 de Setembro. Neste dia a Comunidade de São Francisco receberá a Imagem de Santa Terezinha, onde ela ficará até o dia 20 de Setembro.

No dia 20 haverá uma procissão saindo da Igreja São Francisco até a Igreja Santa Terezinha, onde haverá a celebração da Santa Missa, inaugurando a reforma da Igreja e comemorando os 10 Anos da Paróquia Santa Terezinha.

Participe!!!

SEMANA DA FAMÍLIA



























No mês de agosto tivemos uma semana dedicada a família. Este ano em nossa Paróquia foi do dia 16 a 23 de agosto. Tivemos a participação de varias pastorais e movimentos, das escolas, da Fazendinha Colina da Paz, da liturgia e Pastoral Familiar, para prepararem as celebrações desta semana, com muita dedicação e zelo todos fizeram o melhor de si para que as famílias de nossa paróquia pudessem ver o quanto é bom ter uma família.

Com certeza a melhor família é a sua. O melhor lugar para se estar é nosso lar, onde todos se amam, se gostam, discutem e se entendem, onde existe o dialogo, a amizade, o carinho, o respeito, onde precisamos cultivar a paciência, a humildade, a alegria, a fé, o amor... Jesus quando esteve neste mundo não nos disse que tudo seria fácil, mas disse que estaria sempre conosco até o fim.

Alem das participações nas celebrações, tivemos uma apresentação na Escola Dalva Stela, na reunião de pais e mestres e lá tentamos deixar a mensagem de que vale a pena investir em nossa família, nos filhos e no matrimonio, que é essencial tirar tempo para o trabalho, para Deus e para a vivencia da família, saber ouvir e falar com os filhos, sentir e dizer “Eu Te Amo”, demonstrar sem vergonha o amor que sentimos uns pelos outros, saber que hoje e agora estamos reunidos, mas que amanha tudo pode ser diferente e as vezes nos arrependemos do que não fizemos ou falamos para quem estava tão próximo e muitas das vezes não demos o devido valor.

Obrigado a todos que nos ajudaram e participaram desta Semana da Família, que Jesus, Maria e José – a Sagrada Família de Nazaré – estejam sempre abençoando a todos e que Santa Terezinha faça chover em nossas famílias chuvas de graças.


Pastoral Famíliar

Cantinho do Coração de Jesus

...SÓ TU TENS PALAVRAS DE VIDA ETERNA!

A Igreja dedica este mês de setembro à Palavra de Deus. É preciso estar atento à voz do Senhor que se revela também nos acontecimentos do dia a dia. Ouvir a palavra de Deus é deixar-se questionar, numa atitude de escuta amorosa pelo que Deus quer nos dizer, assim como fez Maria de Nazaré, que ouvia e guardava tudo em seu coração.

Outro exemplo de escuta amorosa é Maria de Betânia que escolheu estar aos pés de Jesus ouvindo as suas palavras. Recebemos do próprio Jesus a certeza de que ouvir a sua Palavra é a melhor escolha, sobretudo para não ficarmos perdidos diante das inúmeras atividades que o dia a dia exige de nós: “Maria escolheu a melhor parte que não lhe será tirada”.

Como seria bom se tomássemos consciência da importância da Palavra de Deus em nossa vida, revelada na Sagrada Escritura. É preciso ler a Palavra de Deus, meditá-la com atenção, pois é sempre Cristo quem fala, é Cristo quem chama e é a Cristo que devemos seguir.

Neste mês de setembro, mês da Bíblia, convido você a fazer esta experiência: meditar diariamente a Palavra de Deus. E veja então as maravilhas que vão acontecer em sua vida. Não deixe a graça de Deus passar! O momento é agora!

Pegue sua Bíblia e faça a experiência!

E depois... dê graças a Deus por tantas bênçãos e tanta bondade!

Um abraço amigo,


Maria José.

OS 5 MANDAMENTOS DA IGREJA

Conforme compêndio do Catecismo da Igreja Católica, promulgado pelo Papa Bento XVI em 28.06.2005

1º - Participar da Missa aos Domingos e outras festas de guarda, ficando livre de trabalhos e de atividades que pudessem impedir a santificação desses dias

"A Igreja obriga os fiéis a participar da santa missa todo domingo e nas festas de preceito, e recomenda que dela se participe também nos outros dias". "Os cristãos santificam o domingo e outras festas de preceito participando da Eucaristia do Senhor e abstendo-se também daquelas atividades que impedem de prestar culto a Deus e perturbam a alegria própria do dia do Senhor ou o necessário descanso da mente e do corpo. São permitidas as atividades ligadas a necessidades familiares ou a serviços de grande utilidade social, desde que não criem hábitos prejudiciais à santificação do domingo, à vida de família e à saúde". (Itens 289 e 453)

2º- Confessar os próprios pecados, recebendo o sacramento da Reconciliação pelo menos uma vez ao ano

"O Senhor ressuscitado instituiu esse sacramento quando, na noite da Páscoa, apareceu aos seus Apóstolos e lhes disse: 'Recebei o Espírito Santo. A quem perdoardes os pecados, serão perdoados; a quem os retiverdes, serão retidos' (Jo 20, 22-23)". "O apelo de Cristo à conversão ressoa continuamente na vida dos batizados. Essa conversão é um compromisso contínuo para toda a Igreja, que é santa, mas reúne em seu seio os pecadores". "Devem-se confessar todos os pecados graves ainda não confessados de que alguém se lembra depois de um diligente exame de consciência. A confissão dos pecados graves é o único modo ordinário para obter o perdão" (Itens 298, 299 e 304)

3º- Receber o sacramento da Eucaristia pelo menos pela Páscoa

"A Eucaristia é o banquete pascal, porquanto Cristo, ao realizar sacramentalmente a sua Páscoa, nos dá o seu Corpo e o seu Sangue, oferecidos como alimento e bebida, e nos une a si e entre nós no seu sacrifício". "A Igreja recomenda aos fiéis que participam da santa missa que recebam com as devidas disposições também a santa Comunhão, prescrevendo a obrigação de comungar pelo menos na Páscoa". (Itens 287 e 290)

4º- Abster-se de comer carne e observar o jejum nos dias estabelecidos pela Igreja

"A penitência se exprime de formas muito variadas, em particular com o jejum, a oração, a esmola. Essas e muitas outras formas de penitência podem ser praticadas na vida cotidiana do cristão, em particular no tempo da Quaresma e no dia penitencial da sexta-feira". (Item 301)

5º- Atender às necessidades materiais da Igreja, cada qual segundo as próprias possibilidades

PASTORAL DO DÍZIMO


Dízimo significa a décima parte de algo, paga voluntariamente ou através de taxa ou imposto, normalmente para ajudar organizações religiosas judaicas ou cristãs. Apesar de atualmente estar associada à religião, muitos reis na Antigüidade exigiam o dízimo de seus povos.

Hoje, os dízimos são normalmente voluntários e pagos em dinheiro, cheque ou ações, enquanto historicamente eram pagos na forma de bens, como com produtos agrícolas. Alguns países europeus permitem com força de lei que instituições religiosas instituam o dízimo como obrigatório.
Origem do Dízimo Religioso

O Dízimo nas religiões Abraâmicas foi instituído na Lei de Moisés, estipulado para manter os sacerdotes e a tribo de Levi, que mantinha o Tabernáculo e depois o Templo, já que eles não poderiam possuir herdades e territórios como as outras tribos. Também o dinheiro era usado para assistir os órfãos, viúvas e os pobres. Depois da destruição do Templo no ano 70 DC a classe sacerdotal e os sacrifícios foram desmantelados, assim os rabinos passaram a recomendar que os judeus contribuissem em obras caritativas. Malaquias 3:10

No Brasil o dízimo voltou a ser implantado pela CNBB na Igreja Católica após 1969, quando o sistema de pagamento de taxas pelos serviços prestados pela Igreja haviam sido consideradas "pastoralmente inadequadas". Por essa sugestão, os dízimos não tinham sentido meramente monetário, mas centravam-se em atender às necessidades das dimensões social, religiosa e missionária assumidas pela Igreja.

Desde então não se utilizava mais a estipulação de porcentagem da renda dos adeptos, mas uma doação de compromisso de acordo com a sua possibilidade e disposição, uma proposta de participação do fiel na Igreja. Todavia, a maioria das paróquias não possuía esta prática implementada.

O Papa Bento XVI extinguiu o termo "dízimos" do quinto Mandamento da Igreja, conforme Compêndio do Catecismo da Igreja Católica por ele promulgado em 28 de junho de 2005 e republicado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. O Quinto Mandamento agora é assim: "Atender às necessidades materiais da Igreja, cada qual segundo as próprias possibilidades".

Deve-se considerar que a "pastoral do dízimo", cuja expansão verificou-se nos últimos anos, num ato simplório, reduzira o antigo termo "dízimos" para o singular "dízimo", que não encontrava outro significado senão a décima parte. O Papa Bento XVI, extinguindo o termo "dízimos" trouxe à frase o seu real significado, ou seja, a obrigação de contribuir com as necessidades da Igreja, sem nenhuma relação com taxação de 10%.
Dízimos e Dízimo

Até bem pouco tempo, o quinto Mandamento da Igreja Católica era: "Pagar dízimos conforme o costume". Aqueles "dízimos" sem o artigo definido ("o" dízimo) nunca representaram a décima parte; por convenção reforçada predicalmente "conforme o costume", compreendia-se na realidade toda a arrecadação da paróquia como sempre o foi, ou seja, direitos de estola ou direitos de pé-de-altar ou ainda, dízimos diretos, benesses. Talvez pela baralhada infundida por muitos membros de pastorais, especialmente no Brasil, é que o Papa Bento XVI tenha acabado com a confusão. Ou seja, dízimo, efetivamente nunca existiu na Igreja Católica e o Papa confirmou isso suprimindo o termo "dízimos", ora deturpado e reduzido ao singular pelas pastorais do "dízimo".

No livro bíblico 1Samuel, a história da transição do regime administrativo do Estado Israel da teocracia para monarquia, indica uma origem do significante e não somente do significado do termo "dízimo": Insatisfeito com as ingerências dos filhos do líder teocrático Samuel, uma comissão, nomeada pelo povo, pediu um rei e Samuel protestou, alegando que um rei dizimaria o melhor do PIB da população, nota-se o sentido de "consumir" na palavra "dízimo", o imposto único de Israel, quando no governo monárquico, chamava-se dízimo e era estipulado pelo rei, cujo percentual de cobrança era determinado de forma arbitrária pelo mesmo; O imposto era então depositado na "Casa do Tesouro", uma espécie rudimentar da "casa da Moeda", e localizava-se dentro do templo de Salomão, em Jerusalém, Capital do Reino. Pode-se dizer que o dízimo era um imposto régio, com conotações religiosas, incisivas às pessoas, pelo seu caráter compulsório e de cunho religioso, por isso, em regimes não-teocráticos, como o do mundo ocidental, o dízimo não tem razão de ser, pois a carga tributária está inserida na produção e serviço e as contribuições voluntárias bastam para a manutenção do sistema religioso.



Pastoral do Dízimo

CONSTRUÇÕES






A Paróquia Santa Terezinha, assim como muitas paróquias da nossa diocese, está em obras.

Em nossa paróquia tivemos recentemente a construção da Sala de Catequese e Pastoral da Criança, uma construção simples, mas de muita valia para nossos catequizandos e crianças assistidas pela pastoral da criança.

Tivemos varias reformas e construções nas comunidades rurais da nossa paróquia.

Estamos concluindo a reforma da nossa Matriz Santa Terezinha, para um maior conforto e segurança para nós paroquianos e visitantes.

Na Comunidade Terapêutica São Vicente de Paulo “Fazendinha Colina da Paz”, está sendo construída a Igreja de São Vicente de Paulo.

A você que está sempre ajudando em nossas obras, seja com trabalho, seja com orações, seja no seu dizimo, seja com doações materiais ou em dinheiro. A você que ajudou na campanha da telha, para Igreja Santa Terezinha, o nosso muito obrigado e que Deus transborde de bênçãos o seu coração a sua vida.

Obrigado a todos!!!



Paróquia Santa Terezinha

SETEMBRO MÊS DA BÍBLIA


A Igreja do Brasil, celebra no mês de setembro, o Mês da Bíblia. A celebração teve sua origem na arquidiocese de Belo Horizonte, em 1971, e foi se espalhando para todo o Brasil, ou seja, já são 38 anos de celebração.

O objetivo do Mês da Bíblia, segundo a CNBB é infundir no povo a convicção de que a Palavra de Deus é, por excelência, o livro que deve ser inserido na vida de cada pessoa. Fazer com que as famílias sintam necessidade de ter uma Bíblia em casa e incentivar a reunião das comunidades para o estudo e a vivência da Palavra de Deus.

Para este ano, o livro proposto é a Carta de São Paulo aos Filipenses, cujo tema é “Alegria de servir no amor e na gratuidade” e o lema: “Tende em vós os mesmos sentimentos de Cristo Jesus” (Fl 2,5)

A Bíblia é o Livro dos livros. É a obra mais conhecida em todo o planeta. Também conta com o maior número de traduções dentre todas as obras existentes e está presente no maior número de nações. O Evangelho de Marcos, é o livro mais traduzido da Bíblia, está disponível em cerca de 900 idiomas.



Eduardo

CatequInformando


2009: Ano Catequético Nacional
10 anos da Paróquia Santa Terezinha


Como já mencionamos anteriormente, o quanto é significativo esse ano celebrarmos o Ano Catequético Nacional, juntamente com o décimo ano de nossa paróquia. Estudando o texto base e artigos do catequista Alberto Meneguzzi, que tão bem cita o exemplo de Santa Terezinha.

Revendo um pouco da história desta santa, que viveu apenas 24 anos e morreu vítima de tuberculose. Ela ingressou muito cedo num convento, com apenas 16 anos, e teve que ser autorizada pelo papa Leão XIII para tornar-se carmelita. Quando se tornou uma delas, Santa Teresinha deu-se conta que o convento não era o que ela sonhara para si. Tudo funcionava dentro da normalidade, mas faltava o principal – a santidade evangélica. Santa Terezinha foi incompreendida por algumas das irmãs, maltratada por outras. Mesmo assim, ela foi transformando em estímulos de santificação as incompreensões, os maus tratos, a mediocridade, trocando o mal por bem, espinho por flor e cara feia por sorriso.

E assim foi levando a sua vida, na certeza que deveria ser diferente de tudo aquilo que estava recebendo das suas colegas irmãs. A partir de 1896, aos 23 anos, Teresa começou a sentir os primeiros sintomas da tuberculose. Se não bastassem as dores físicas, nos últimos dezoito meses de sua breve existência, enfrentou uma dramática crise espiritual. Chegou a questionar a existência de Deus na sua vida. Disse um dia “Meu paraíso consiste em sorrir para um Deus que adoro quando ele faz questão de esconder-se para provar a minha fé...”.

Santa Teresinha morreu um ano depois, aos 24 anos, em 1897, exclamando:

Oh! “Eu te amo, meu Deus, eu te amo”.

Santa Teresinha do Menino Jesus não fez, na sua breve passagem terrena, nada de extraordinário, mas tudo o que fez, realizou extraordinariamente bem.

O exemplo desta santa nos faz pensar na catequese. Passamos por diversas provações na relação com outros catequistas, com pais, crianças e jovens. O estresse é muito grande e em muitas ocasiões se tornam crises quase sem solução. E qual é a nossa postura em relação a este tipo de situação? De desistir, imediatamente do que estamos fazendo, e ir em busca de algo diferente ou enfrentar, com resignação e paciência, as provocações que Deus nos coloca na nossa frente? Santa Teresinha enfrentava isso, repito, trocando o mal pelo bem, o espinho por flor, a cara feia por sorriso. É difícil ser assim, mas será que não podemos pelo menos tentar quando nos depararmos com situações como esta?

Quem de nós, catequistas, mesmo estando na caminhada como catequista ou em outra pastoral ou serviço, já não enfrentou uma crise de fé, já não questionou até mesmo a presença de Deus? Ao mesmo tempo, imediatamente, Deus nos dá provas consistentes da sua existência e nos faz continuar acreditando nos seus desígnios.

Podemos, como catequistas, não fazer coisas extraordinárias na nossa catequese. Mas temos obrigação de nos empenharmos ao máximo, para fazermos tudo, mesmo que seja pouco, extraordinariamente bem.


Edinha

IGREJA MATRIZ SANTA TEREZINHA


A Igreja Matriz Santa Terezinha, passa por uma reforma no seu telhado e estrutura. Com a reforma da Igreja nossas celebrações foram transferidas para a Igreja de São Francisco.

Estava marcado para o dia 20 de Setembro a abertura da festa em louvor a Santa Terezinha. A festa foi adiada devido a gripe A H1N1. Uma nova data será marcada e contamos com a participação de todos.

Queremos agradecer a todos que contribuíram na reforma da nossa Igreja, a todos o nosso muito obrigado e que Santa Terezinha interceda por cada um com muitas bênçãos.

Agradecemos também a Comunidade de São Francisco que nos acolhe com carinho.



CCP Comunidade Santa Terezinha.

ACEITAR NOSSA CONDIÇÃO HUMANA

Amigos e Amigas acolher a própria condição de ser humano, não é tarefa fácil. Livrar-se da doença do perfeccionismo e saber que a perfeição é aprendizado de toda uma vida.

Ser perfeito como o Pai do Céu é perfeito, significa mesmo: buscar ser como o Pai celeste que é amorosamente exigente.

Quem vive de sua fé sabe que ela não nos faz anjos nem nos tira da condição humana de sermos homens ou mulheres, aprendizes.

Somos dotados de capacidades, com dons e limitações, com auto-enganos e busca por uma vida mais feliz. Nem sempre conseguimos, mas temos a missão de sermos responsáveis por ela. Acontecem tempos bons, momentos plenos, e a gente anda feliz. Acontecem momentos difíceis, períodos agitados; e agente sente-se por baixo. Com medos e angústias, vamos construindo nossa estória.

Durante nossa caminhada, não podemos esquecer que nem tudo sai como a gente pensou. Há no limiar de nossos dias, o diferente, o novo. Ele pode causar estranhamento, mas com Deus nossa estrutura sabe encarar essa realidade.

Caro leitor(a), sua humanidade, seu corpo de homem ou mulher, leve para sua oração as atrapalhadas do cotidiano, os imprevistos da vida. Apresente a Deus acontecimentos, pessoas, frustrações, perdas, alegrias, encontros e desencontros.

Seja humano diante de Deus, reze com ele, não há porque temer, ele está contigo. Mas Deus é maior que nossa subjetividade, que nossa liberdade, que nossa consciência. Está em nós, porque nos quer bem, nos ama até o fim, independente de nossos comportamentos. Somos sujeitos, sim. Mas o Senhor é ele. Ele é o mestre que nos educa. Não somos donos de nossas experiências. Deus vive em nós para nos ensinar a viver nele e como exemplo maior Jesus Cristo.

Ter em nós os mesmos sentimentos de Jesus, exige evangelizar nossas profundezas. Sendo assim, se libertar das amarras que nos prendem, dos caprichos mesquinhos e toda forma de egoísmo.

Portanto, com esse belo itinerário de busca de si mesmo, podemos encontrar e aceitar nossa condição humana, que é fruto de nossas relações e amor pleno diante da vida.

Felicidades hoje e sempre!



NATANAEL OLIVEIRA DINIZ
(Comunidade Santa Teresinha)

ANIVERSÁRIO DA PARÓQUIA E 1º CONGRESSO

Neste 8 de setembro completaram-se cinco anos em que nossa Paróquia foi oficialmente criada pelo até então nosso bispo Dom João Bosco.

Formada por algumas comunidades desmembradas das Paróquias Santa Terezinha e Nossa Senhora do Patrocínio, nasceu com a experiência de seus paroquianos, o que muito facilitou nossa estrutura inicial.

No decorrer deste tempo, muitos outros se ingressaram em nossas pastorais, tanto nas já existentes como em outras que foram criadas. Entretanto, muitos também desistiram por razões que desconhecemos. O fato é que hoje quase todas as nossas pastorais e movimentos estão carentes de novos membros e de voluntários que se disponham a nos ajudar nas diversas atividades que uma paróquia executa.

Com o objetivo de fazer uma chamada forte aos seus paroquianos sobre estas questões, e em comemoração do seu 5º aniversário, a paróquia está promovendo um grande congresso a ser realizado no dia 29 de novembro, em local a ser providenciado de acordo com o número de participantes.

Neste sentido, convidamos a todos os paroquianos a participar deste congresso, fornecendo seus nomes o mais antecipadamente possível, pois como dissemos, precisamos saber primeiro da quantidade de participantes para só depois providenciarmos o local.

Para isto, basta procurar um coordenador de pastoral, ou o escritório da paróquia e fornecer o seu nome, nos ajudando assim na realização deste congresso e tomarmos as providências cabíveis.

Já compomos um hino abordando este evento, e conforme diz a sua letra que veremos abaixo, todas as comunidades estão unidas na promoção deste evento com sua participação fraterna e criatividade.

Nossa paróquia hoje, é formada por 13 comunidades, são elas:
São José, São Cristóvão, Santo Antonio, Sagrados Corações, Manuel Nunes, Jardim Eldorado, Boqueirão, Lajinha, Moreiras, Santa luzia dos Barros, Chácara Hawaí, Santo Antonio da Estiva e Santo Antonio da Bocaina.

Abaixo, a letra de nosso hino:

PARÓQUIA SÃO JOSÉ, HINO PELOS SEUS
CINCO ANOS E 1º CONGRESSO.

Ref.- Salve a nossa paróquia, / Rede de comunidades, / Cinco anos de existência, / Trabalhando em unidade.(bis)

1- Todas hoje reunidas, / As da roça e da cidade / Neste primeiro congresso, / Na paz da fraternidade..

2- Cada uma aqui trazendo / Sua criatividade, / Cantando e louvando a Cristo, / Caminho luz e verdade.

3- E assim vamos crescendo, / Em busca da santidade, / Obrigado meu Senhor! / Por mais esta realidade.



Jose Donato

TRANSFERÊNCIA DE SACERDOTES


Como unidade da Igreja, nossa paróquia está sempre também atenta aos acontecimentos das paróquias coirmãs, às vezes deles participando, e mantendo estreito laço de amizade com todos os seus sacerdotes.

Dentro deste contexto é que registramos com fraternidade a transferência do Pe. Olivar, da paróquia Nossa Senhora do Patrocínio para Monte Carmelo. Para substituí-lo virá do Carmo de Parnaíba o Pe. Vandercí, que provavelmente será empossado pelo nosso pároco Monsenhor Izael dia 16 deste mês em missa solene as 19 hs, na Igreja Nossa Senhora do Patrocínio, já que nesta data nosso bispo estará viajando.

Pe. José Ronaldo virá de Monte Carmelo e substituirá o Pe. Orlando também da paróquia de N.S. do Patrocínio, que por sua vez será transferido para São Gotardo.

O objetivo deste registro, além de seu conteúdo informativo, é desejar aos que partem e aos que chegam os nossos votos de sucesso na missão pastoral, saúde e felicidade pessoal. Ao padre Olivar, o nosso agradecimento pelo seu apoio ao nosso pároco e a nossa paróquia, principalmente no início de sua criação.

Rezemos por todos eles!



José Donato

FESTA EM MOREIRAS

Está confirmada a festa de São Benedito no próximo dia 27 em Moreiras, como também a participação da comunidade Sagrados Corações com a liturgia e canto da Celebração.

A coordenação está providenciando meio de transporte não só para estas equipes, mas também para as demais pessoas de qualquer comunidade da paróquia, que queiram ir participar da festa. Pedimos apenas que forneçam seus nomes para reserva do lugar. A festa será às 14 horas, estamos programando sair daqui as 12:30 hs.

Procure qualquer membro de pastoral da comunidade Sagrados Corações, ou seu coordenador geral Carlinhos. Vamos juntos participar de mais esta celebração, e porquê não, considerarmos isto, já como uma demonstração de unidade em preparo para nosso grande congresso paroquial.



José Donato

GRIPE INFLUENZA A H1N1 “GRIPE SUÍNA”

Devido à proliferação desta gripe por quase todo o mundo, as autoridades sanitárias de nosso país, tem divulgado normas de procedimento instrutivas, de prevenção deste mal que nos ameaça.

Neste sentido, o Comitê Municipal de Prevenção, fixou nas portas de entradas em algumas das nossas igrejas, cartazes contendo várias instruções de procedimento, e entre elas destacamos as seguintes:

Manter o ambiente ventilado, deixando portas e janelas sempre abertas.

Evitar o uso de ar condicionado.

Utilizar lenços de papel descartável, para cobrir o nariz e a boca ao tossir ou espirrar.

A pessoa que apresentar sintomas de gripe deve evitar permanecer em ambientes públicos, procurar atendimento médico e seguir as instruções.

Evitar cumprimento ou contato próximo com outras pessoas durante as celebrações.

Nossa paróquia sintonizada com os acontecimentos, e acatando também as orientações da diocese, vem tomando as medidas recomendadas, como por exemplo omitindo o abraço da paz nas celebrações, e suspendendo alguns encontros e retiros. Foi por isto que não tivemos o retiro dos ministros no dia 30 de agosto, anunciado em nossa edição anterior. Mas lembramos que estes atos, estão apenas suspensos e não cancelados, e serão retomados tão logo a situação permitir.

Devido ao hábito, alguns fieis às vezes ainda insistem em tais procedimentos, antes após ou até mesmo durante as celebrações. Pedimos a cada um observarem estas recomendações, para o bem da coletividade. Vamos cooperar.



José Donato

O MENSAGEIRO - SETEMBRO 2009




quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Banda Alfa e Ômega "CD - Recomeçar"



Depois de cancelado e adiando pelo comite da Nova Gripe H1N1 da cidade de Patrocinio/MG e por medida de prevenção, agora está confirmada a nova data do Jantar de Lançamento do mais novo cd da Banda Alfa e Ômega "CD - Recomeçar" será dia 31 de Outubro de 2009, sendo no mesmo local e horário as 20:00hs no salão de Festa do Catigua Ténis Clube, os ingressos já vendidos continuaram valendo para o dia 31 de outubro e quem ainda não adquiriu, adquirá já o seu, lembrando que o valor do ingresso é R$ 10,00 (dez reais), com vagas limitadas.

Estamos preparando com bastante carinho esta grande festa para você e sua familia e saiba que será maravilhoso ter a sua presença conosco.


Pontos de venda dos ingressos:
Livraria dos Sagrados Corações,
Radical.com,
Casa Paroquial N. S. Patrocínio
e com os integrantes da Banda.


Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores

Foto: