segunda-feira, 29 de julho de 2013

Nos Passos de Jesus

    No mês de maio, mês dedicado a Maria Santíssima, mãe de Jesus e ás nossas mães, os passos de Jesus me levaram ao colo de nossa mãezinha do céu a alguns lugares onde ela se manifestou ao mundo, trazendo sua mensagem de amor e fé.

    Nossa peregrinação começou em Portugal, terra mãe do Brasil, e talvez por isso, tão aconchegante e hospitaleira. Ao fazer um city tour pela maravilhosa Lisboa, visitamos além do Rio Tejo e outros importantes pontos turísticos daquela capital, o Mosteiro dos Jerônimo, a Catedral de São Jorge, santo padroeiro do país e a Basílica de Santo Antônio de Lisboa (o nosso conhecido Santo Antônio de Pádua), onde está a cripta, local de seu nascimento. Na Catedral de São Jorge ainda se encontra a Pia Batismal, na qual se deu o Batizado de Santo Antônio, o querido santo português.

    No dia 12 de maio (dia das mães aqui no Brasil) fomos para Fátima. É algo inexplicável estar ali nos lugares onde um Anjo apareceu aos 3 pastorzinhos, talvez, preparando - os para a visita de Maria. O Anjo apareceu a eles 3 vezes e numa das aparições ensinou e pediu que rezassem a seguinte oração: Meus Deus, eu creio, adoro, espero e amo-vos. Vos peço perdão para os que não creem, não adoram, não esperam e não vos ama. É um lugar montanhoso, e não sei se é porque lá agora é Primavera, a variedade e o colorido das flores do campo chamou nossa atenção. Lá nesta região visitamos também a casa onde nasceu e viveu tão poucos anos os irmãos, hoje beatificados pelo Papa João Paulo II, Francisco e Jacinta, a casa da irmã Lúcia e o Poço do Arneiro, onde se deu uma das aparições do anjo. Casas simples, que foram restauradas, mas comprovam a vida humilde que levavam estas crianças. Lúcia, ao completar 7 anos, como costume da época, passou a guardar as ovelhas.

    Jacinta e Francisco, seus primos mais novos, a acompanhava no campo, para brincarem e lhe fazer companhia e mais tarde para também tomarem conta do rebanho da família. Naquela época, as famílias tinham o hábito de rezar o rosário, e isso era ensinado as crianças. Cont irmã Lúcia em suas memórias, que ao meio dia, depois de comerem a merenda, os três rezavam o terço. Todos traziam consigo seu tercinho. Foi bom entender melhor o que é a Cova da Iria (terreno declinado que pertencia aos pais de Lúcia, onde as ovelhas eram levadas para pastarem). Foi ali, na Cova da Iria, em meio as ovelhas e sobre uma Azinheira (árvore que produz uma castanha, que serve de comida para as ovelhas e porcos) que Nossa Senhora apareceu por 6 vezes aos pastorzinhos. Iria significa PAZ e Fátima é um lugar de muita paz. O forte da festa é o dia 12 de maio e o encerramento dia 13, com a missa das 10horas. Foi muito bom estar lá este ano, que por ser o ano da Jornada Mundial da Juventude no Brasil, ás missas oficiais dos dias 12 e 13 foram presididas por Dom Orani, arcebispo do Rio de Janeiro, que consagrou a Nossa Senhora de Fátima, a Jornada Mundial, no Rio.

    Muito me emocionou rezar o terço (em Fátima reza-se o terço na Praça da Basílica todos os dias) e ouvir mais ou menos 350 mil pessoas rezando a Ave Maria e Santa Maria em sua língua de origem, trazendo velas acesas nas mãos.

    É lindo! Emoção igual é cantar e ouvir todos cantando em sua língua: a treze de maio na Cova da Iria, no céu aparece a Virgem Maria.

    A imagem de Nossa Senhora de Fátima fica na capela das aparições, lugar exato onde Nossa Senhora apareceu aos pastorzinhos. Na procissão das velas, não sei se pelo número de pessoas é a imagem de Nossa Senhora que passa no meio do povo. Foram 2 dias de muita alegria, oração, emoção e com certeza de muitas graças alcançadas.

    Deixando Fátima, já com saudades, fomos para a Espanha em visita a São Tiago de Compostela. O Santuário do Apóstolo São Tiago é lindíssimo. Lá se encontra o túmulo do apóstolo, amigo de Cristo que deixou a Palestina, após a morte de Jesus, e veio para outras terras evangelizar. Pude conhecer e entender melhor o significado de percorrer o caminho de Santiago. No Santuário se encontra o maior turíbulo do mundo. No final da missa, 08 homens puxam a corda que o prende e a fumaça com cheiro de incenso inunda toda a igreja. É muito bom saber que nosso São Francisco de Assis e o beato João Paulo II passaram por aquele caminho e estiveram ali.

    De Santiago, fomos para Lourdes. É difícil descrever o encantamento que este lugar proporciona. Neste pedacinho da França, cercado por montanhas congeladas em seu topo, Nossa Senhora apareceu a menina Bernadete, hoje Santa Bernadete.

    No próximo mês continuo contando para vocês as maravilhas desta viagem, inclusive Lisieux, terra onde viveu nossa Santa Terezinha.

    Aguardem. Um abraço.

Geralda Luzia Romão
Comunidade São Francisco.

Galeria de Fotos:

Postar um comentário

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores


Foto: