segunda-feira, 16 de maio de 2011

CatequInformando

Percebemos hoje na Igreja, a presença feminina, bem marcante no engajamento dos movimentos e pastorais. E grande parte desse universo é composta de mães. Muitas com inúmeras tarefas e atribulações da vida profissional e do lar, dedicam com entusiasmo ao serviço da Igreja. Não podemos deixar passar despercebido quase uma centena de mães catequistas na nossa paróquia. Que vivenciam na catequese o ministério tão envolvente de ser mãe dos filhos de sangue para ser mãe dos meus filhos do coração. Como cita a catequista Angela Rocha

"Sim, porque a catequista é mãe muitas vezes. Impossível não se envolver, não sentir, não chorar, não rir convivendo com tantas crianças, adolescentes, jovens e até adultos. Os catequizandos de hoje estão carentes de atenção. De pessoas que parem um pouco e as escute. Que entendam suas angústias e anseios, que, na verdade, ainda são os mesmos de sempre”.

É gratificante, observar tamanha dedicação dessas mulheres que doam seu tempo na catequese, muitas vezes não encontrando dentro de casa a compreensão do esposo e da família, na conciliação do tempo empregado e exigido nas formações, retiros e reuniões.

É desafiante ser mãe catequista, colaborar na formação da fé, mas não tem preço quando se descobre que é a CATEQUESE é que ajuda a ser uma mãe melhor.

Nosso fraternal abraço a todas as mães catequistas de nossa tão amada; Paróquia Santa Terezinha. Não esmoreçam, sejam perseverantes, naquilo que acreditam e anunciam. Estejam certas daquilo que Jesus Cristo confirmou: “Eis que estarei com vocês todos os dias... (MT 28,20)

Edilamar

Postar um comentário

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores

Foto: