sexta-feira, 20 de julho de 2012

CatequInformando

Formação de catequistas 

    Assumir ser catequista com seriedade e compromisso, requer mais do que boa vontade, exige-se uma ampla e contínua formação.

    A catequese como educadora da fé, deve levar o catequizando ao encontro pessoal com a pessoa de JESUS CRISTO e a sua IGREJA.

    Por isso, é desafiante seduzir o outro com o que não se conhece.

    Muitos desanimam porque não aguentam a pressão do trabalho de evangelização, com sua pouca formação e espiritualidade.

    Afinal de contas, precisa-se ler e se informar cada vez mais se quiser competir com este mundo que alimenta nossos jovens, crianças e adultos com um monte de outras tantas informações.

    O catequista que não busca sua formação pessoal e comunitária, será sempre frustrado e desanimado.

    Infelizmente muitos catequistas, ainda não se deram conta da sua missão. Não entenderam sua grande responsabilidade. Esses não privilegiam os estudos e formações oferecidos na catequese.

    O catequista deve mostrar o que a Igreja pensa, não o que ele acha.

    Como fazer isso de forma consciente, mostrando uma Igreja séria, ética, compromissada com a vida se o catequista não aprendeu ainda?

    Algumas questões são fundamentais para a vida da Igreja e a evangelização:

    Paulo diz que alguns estão na infância da fé, não aguentam alimento mais sólido. Tem que ser alimentados segundo a sua capacidade.

    Entretanto, todos são acolhidos na catequese, desde o iniciante como aquele que está na caminhada.

    Bons materiais catequéticos e muitos momentos para crescimento e formação são oferecidos.

    Bom seria se nas salas de reuniões e formações em todas as comunidades, cada um dos 100 (cem) catequistas, marcasse presença, com seu compromisso e testemunho. O senhor me chamou e eu respondi:

    Eis-me aqui SENHOR!

Edilamar

Postar um comentário

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores

Foto: