sexta-feira, 13 de novembro de 2009

CatequInformando

Caminhando para o final de 2009 e fazendo uma retrospectiva dos acontecimentos, percebemos a graça e as bênçãos de DEUS na catequese, no percurso com os catequizandos e de forma especial junto com toda a Igreja do Brasil nas celebrações do Ano Catequético Nacional.

Esforçamos para nos tornar pessoas melhores, compromissadas com o anuncio de Jesus, como no texto base do Ano Catequético: Os discípulos de Emaus, que tiveram o encontro com Jesus, voltaram para anunciá-lo.

Muitas vezes nos frustramos, ansiosos em respostas imediatas da catequese. Quantas vezes ao longo do ano não pensamos na desistência? Quantas vezes pensamos: Isso não é pra mim! È melhor deixar.

Mas, de fato quando fazemos o encontro pessoal com Jesus, não há meio de largar, o chamado ecoa, e a resposta não há de ser outra senão: Eis-me aqui Senhor!

A catequese é desafiante, inserir o amor de Deus numa cultura materialista, onde a maioria dos catequizandos trazem uma historia totalmente oposta do mandamento que Jesus priorizou “Amar a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a si mesmo”

Muitos nos questionam se os catequizandos estão preparados para os Sacramentos.

As vezes responsabilizando o catequista de forma negativa. Sabemos e acreditamos na eficácia dos Sacramentos. A semente foi lançada, a terra é que vai germina-la, boa ou ruim vai depender da continuidade da adubação.

Persistamos firmes, como São Paulo ensina: “Deus não nos Deus um espírito de timidez” Tenhamos coragem, não estamos sozinhos, Jesus caminha conosco, no itinerário de Emaus lado a lado, e escuta nossas angustias e medos, também está conosco no agir nos encontros catequéticos. Por isso sempre dizemos: Vale a pena ser catequista, vale a pena porque JESUS CAMINHA CONOSCO.



Edilamar

Postar um comentário

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores


Foto: