sexta-feira, 28 de junho de 2013

Festas Juninas

    Viva São Pedro, Santo Antônio e São João!!!

 

    Sendo o mês de junho dedicado a São João, no princípio eram as famosas Festas Joaninas. Na Bahia, ainda hoje, é mês de festa, comemorado com muita animação.

    Sendo o Brasil um país com grande influência européia, devido à colonização portuguesa, nos foram trazidas as festas religiosas, tradicionais, de vários países:

    França: a dança marcada, que deu origem às quadrilhas.

    China: os fogos, fabricadas de pólvora.

    Portugal e Espanha (Península Ibérica): Dança de fitas.

    Esses elementos misturados aos aspectos culturais brasileiros (indígena, africano e europeu) foram tomando características próprias nas diversas regiões.

    A fogueira que vem sempre aquecer e iluminar a festa, segundo a lenda, foi o sinal usado por Isabel e Zacarias, para avisar do nascimento de João Batista.

    As comidas, à base de milho, mandioca, amendoim, alimentos que são colhidos nesta época.

    Nas celebrações de Santo Antônio, os pãezinhos são abençoados e repartidos com os participantes. De preferência as solteiras, que estão à espera do noivo de seus sonhos, pois ele é o “Santo casamenteiro”.

    Além das festas realizadas nas escolas, salões comunitários, praças, são tradicionais as festas em família, onde acontece um caloroso encontro de pessoas de todas as idades. Em meio às conversas, trocam-se receitas, experiências, simpatias.

    Experimente uma delas, é porreta!

    Na noite de Santo Antônio, escreva os nomes dos pretendentes em papeizinhos. Enrole-os bem e coloque em um prato com água. Deixe passar a noite. O papelzinho que amanhecer aberto, será o predestinado noivo. Boa sorte!!!!!

    Boas festanças a todos!

Lourdes Barbosa.

Postar um comentário

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores


Foto: