sexta-feira, 12 de junho de 2009

REPENSAR NOSSA RELAÇÃO COM O OUTRO

A relação entre as pessoas é um conjunto de situações, de partilha, e integração que permite uma convivência. Em nossa era pós-moderna, a comunicação está se dando por meio de aparatos tecnológicos, mas a verdadeira relação é aquela pela qual nos aproximamos intimamente uns dos outros.

Os homens e as mulheres da atualidade partilham de um sentimento que impede a relação direta com o outro, e conseqüentemente não vivem uma relação plena. O egoísmo, a preocupação excessiva consigo mesmo, é a banalização da dignidade humana.

Assim, o ser humano vai caminhando para dimensões frágeis da existência, empobrecendo sua capacidade de amar e se relacionar-se. A nossa vida passa pelo outro. Se não assumimos nossa missão de relacionar, sentiremos a total deformação humana e espiritual.

Na carta aos Romanos, cap.12, Paulo, apóstolo que se expressou em comunidades diversas e em línguas diversas, utiliza-se de uma pequena expressão de significado muito rico: “não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos”...

Hoje, devemos buscar essa transformação. Uma transformação que não se encaixa numa teoria fixa, mas num contexto de diversidades e lutas. Que, antes de tudo, quer amor, fraternidade, gratuidade. E que tem consciência que deve começar dentro de cada um (uma) e se exteriorizar nas ações cotidianas.

Nesta perspectiva, procuramos em cada ato e em cada contato a novidade que se anuncia como semente de transformação, ou seja, a relação verdadeira, recíproca, leal e amorosa com o outro.

Sendo assim, quem busca o outro, quem se dispõe em totalidade ao outro, vive com Deus.


Natanael Oliveira Diniz
(Comunidade Santa Teresinha).

Postar um comentário

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores

Foto: