segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Dia do Padre

Dia 04 de agosto a Igreja de Cristo celebra no mundo inteiro o dia do padre! Este ano celebramos os 152 anos da morte de São João Maria Vianney, patrono de todos os sacerdotes. Neste dia reza-se por todos os sacerdotes, colocando-os no sagrado coração de Jesus para que todos os padres sejam santos, para que assim, possam santificar o povo confiado a eles e que as orações possam se estender de forma intensa durante todo o ano.

Sabemos que Cristo foi fiel até a morte e morte de Cruz (Ef 2,8). Assim também, o sacerdote neste ano sacerdotal e no dia do padre (04 de agosto), é chamado a tomar consciência novamente de que deves amar a Cristo incondicionalmente e ser fiel até a morte. Pois Deus é fiel com seu povo, e merece que o povo também tenha sacerdotes santos e fiéis, para tornar o povo cada vez mais santo para o próprio Deus. Sabemos que para Deus nada é impossível.

O Sacerdote é chamado a santidade e fidelidade. A oração é fundamental, juntamente com o espírito de penitência e caridade para que isso aconteça. Ser padre é um dom, um presente de Deus.

Antes do jovem dizer seu sim, é preciso ouvir a voz de Deus que o chama. Nenhum jovem pode se auto oferecer para ser padre se não escutar a voz e a vontade de Deus. Antes de acontecer a vontade do jovem é preciso que haja a vontade de Deus. Os estudos no seminário é um período para um verdadeiro e autêntico discernimento vocacional. Nem todos os jovens que entram para o seminário serão padres.

O seminário é lugar de cultivar a verdadeira vocação. Quem não tem uma autêntica vocação pode não conseguir chegar até o fim. Ser padre não é fácil, assim como também ser esposo(a), ser pai ou mãe não é fácil!

Cada vocação tem suas alegrias e desafios, dificuldades e tribulações. Assim neste dia do padre todos são chamados a refletir sobre a importância da vocação sacerdotal, pois o sacerdote deve ser um pastor segundo o coração de Jesus para cuidar do rebanho como o próprio Cristo cuida! Sabemos que sem o sacramento da ordem não teríamos o Senhor sacrificado sobre o altar da cruz para nos sustentar e nos santificar, em nossa caminhada para o céu.

Dizia são João Maria Vianney que “Se compreendêssemos bem o que um padre é sobre a terra, morreríamos: não de susto, mas de amor (...) sem o padre, a morte e a paixão de Nosso Senhor não teria servido para nada. É o padre que continua a obra da Redenção sobre a terra (...) Que aproveitaria termos uma casa cheia de ouro, senão houvesse ninguém para nos abrir a porta.

O padre possui a chave dos tesouros celestes: é ele que abre a porta; é o ecônomo do bom Deus; o administrador dos seus bens (...) Deixai uma paróquia durante vinte anos sem padre, e lá adorar-se-ão as bestas... O padre não é padre para si mesmo, é-o para vós”

Enfim, amáveis paroquianos, assim como o papa implora as orações de todos os fiéis para a santificação do clero, exorto-vos com carinho, consciente da necessidade de santos sacerdotes cheios de ternura e fidelidade, imploro de vós as orações e penitências pelos padres do mundo inteiro e mais precisamente pelos de nossa querida diocese. Que o Deus da paz os santifiquem totalmente, para transmitirem paz, alegria, esperança e muito amor para este povo tão sedento das coisas celestes e divinas.

PE. Ivan José (Assessor Vocacional e
Reitor do Seminário Menor Mons. Josias Tolentino de Araújo)
Postar um comentário

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores


Foto: