sexta-feira, 13 de março de 2009

SÃO JOSÉ, ESPOSO DE MARIA


Mais uma vez é Março, mês dedicado ao glorioso São José, o homem “justo e bom”.
José era um homem justo porque ajustava sua vida aos ensinamentos da Sagrada Escritura; porque sua vida pessoal, profissional e religiosa “se ajustava”, andavam de acordo com os ensinamentos divinos. Com certeza, José era um assíduo freqüentador da Sinagoga, onde, todos os sábados ouvia a leitura da Palavra de Deus e a pregação dos rabinos. Certamente, o Espírito Santo já o iluminava e o inspirava a compreender as profecias que se referiam ao futuro Messias, que seria também seu filho adotivo. Porque José era um escolhido pelo Pai para ser o esposo de Maria e Pai nutrício de Jesus, o Espírito Santo trabalhava em seu coração, preparando-o para a missão tão importante a que estava destinado.
São José é também o patrono, o guardião da Igreja Católica;
O protetor e defensor das famílias e em especial dos casais;
O protetor e guardião dos operários e dos desempregados;
O protetor, de todos nós, para a hora da morte.
É ele que pode interceder por nós, para que tenhamos uma boa morte, com tranqüilidade e segurança e para que sejamos também por ele conduzidos à presença de Deus.
E, mais que tudo isto São José é aquele que foi escolhido para criar, educar e amar a Jesus como só um pai pode e sabe fazer.
Ao bondoso e glorioso São José, rezemos juntos:
São José, meu terno pai, ponho-me para sempre sob a vossa proteção. Considerai-me como vosso(a) filho(a), preservai-me de todo o pecado, acolhei-me nos vossos braços, para que me acompanheis no caminho da virtude, e me assistais na hora da morte. Amém!

Um abraço amigo,
Maria José.
Postar um comentário

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores

Foto: