sábado, 10 de julho de 2010

Viver e Conviver

Amigos e Amigas o ano de 2010 vai chegando ao seu meado, estamos em julho, mas ainda ressoam em nós as emoções da Copa do Mundo. São grandes festejos julinos, as saídas para as férias, descanso.

Em tudo, vamos percebendo que a vida não é só tarefa, compromisso. Há também espaço para o riso, para a festa, o encontro, a celebração. E isso nos caracteriza como humanos, na arte de viver e conviver.

Então, não nos esqueçamos de admirar a graça que nos envolve, e das maravilhas que Deus tem feito por nós. A vida apresenta-se repleta de encontros, reconhecer o outro, o diferente, é essencial para nossa maior capacidade de amar, permanecer isolado não leva ninguém ao crescimento que nossa existência promove.

Vamos de mãos dadas, porque nenhuma postura de fechamento conseguirá encontrar o melhor caminho e muito menos a face de Deus.

E mesmo que conviver em certas situações seja tarefa difícil, que não percamos as oportunidades de celebrar nossa humanidade e a bela vida que ela possui.

Faça de tudo para viver e conviver sem ferir e sem criar trapaças, mas nunca fugindo do confrontar-se. Sem mágoas. Caso haja necessidade de curar feridas, peça e dê perdão. Só não perdoa quem superestima as próprias certezas, agarrado ás suas supostas verdades e razões. Como diz um personagem de Fernando Sabino, esse menino no espelho do dia-a-dia: de tudo ficam três coisas:

a certeza de estar sempre começando.

a certeza de que é preciso continuar.

a certeza de ser interrompido antes de terminar.

É assim que vamos evangelizando nossas profundezas e redimindo nosso mundo interior.

Peçamos ao Cristo libertador, que nos dê a sua paz e que sejamos portadores de uma nova convivência que inspire laços de fraternidade e amor.

Natanael Oliveira Diniz
(natanaeldiniz@gmail.com)

Postar um comentário

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores

Foto: