quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Ano Santo da Misericórdia, Jubileu Extraordinário da Misericórdia, Porta Santa. SAIBA MAIS, o que é!

“A festa da Imaculada Conceição exprime a grandeza do amor divino. Deus não é apenas Aquele que perdoa o pecado, mas, em Maria, chega até a evitar a culpa original, que todo o homem traz consigo ao entrar neste mundo. É o amor de Deus que evita, antecipa e salva.”  Papa Francisco.

O Jubileu Extraordinário da Misericórdia foi iniciado nesta terça-feira, 8, Solenidade da Imaculada Conceição. De acordo com a carta do papa Francisco ao presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, “para viver e obter a indulgência os fiéis são chamados a realizar uma breve peregrinação rumo à Porta Santa, aberta em cada catedral ou nas igrejas estabelecidas pelo bispo diocesano, e nas quatro Basílicas Papais, em Roma, como sinal do profundo desejo de verdadeira conversão”. Também os santuários poderão receber os fiéis. Aqui no Brasil, várias dioceses já definiram as datas de abertura da Porta. papa-inicio-ano-santo

O papa Francisco destacou que o momento da peregrinação e da entrada pela Porta Santa deve estar unido, “em primeiro lugar, ao Sacramento da Reconciliação e à celebração da santa Eucaristia com uma reflexão sobre a misericórdia”.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio das Edições CNBB, oferece um folder com informações a respeito do Jubileu Extraordinário da Misericórdia e com indicações de como vivenciar o Ano Santo.

“A peregrinação para se chegar à Porta Santa é um sinal peculiar do Ano Santo. A peregrinação será sinal de que a própria misericórdia é uma meta a alcançar e que exige empenho e sacrifício. Deve ser acompanhada de uma peregrinação interior; “não julgueis, não condeneis, mas, perdoai” (cf. Lc 6, 37-38). A peregrinação sinaliza também a proposta de uma conversão pastoral na perspectiva da misericórdia”, explica um trecho do subsídio, disponível no site das Edições CNBB.

Para o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, o papa quis dar importância à diocese com a abertura das Portas em todo o mundo. “Antes se pensava muito mais na peregrinação à Roma, o que também acontecerá, mas o Santo Padre quis dar uma importância muito grande à Igreja particular. Esse é o elemento fundamental”, disse dom Leonardo.

A CNBB ainda irá publicar subsídios lembrando as Obras de Misericórdia, as quais são um desejo de Francisco. “Eu pedi que a Igreja redescubra neste tempo jubilar a riqueza contida nas obras de misericórdia corporais e espirituais. De fato, a experiência da misericórdia torna-se visível no testemunho de sinais concretos como o próprio Jesus nos ensinou. Todas as vezes que um fiel viver uma ou mais destas obras pessoalmente obterá sem dúvida a indulgência jubilar”, afirmou o pontífice em sua carta.

“Às vezes nós pensamos que a misericórdia tem a ver somente com o Sacramento da Penitência, mas tem a ver com obras de misericórdia. Por isso também nós vamos publicar subsídios lembrando das obras de misericórdia, lembradas no texto de Mateus. Quando nós estivermos diante de Jesus, nós perguntaremos: ‘Senhor quando foi que te vestimos, quando foi que te visitamos? Quando foi que te demos de comer? Cada vez que fizestes a um dos menores, foi a mim que fizestes’”, acrescenta dom Leonardo.

Abertura da Porta Santa

O secretário geral da CNBB também fez uma reflexão a respeito da abertura da Porta Santa da basílica de São Pedro, considerada pelo papa um gesto “muito simples mas, altamente simbólico”.

É um gesto muito bonito o abrir a Porta. É como nós abrimos a porta. Quando o filho está para chegar, a mãe abre a porta. Quando nós queremos visitar alguém, a porta se abre, então o gesto de abrir a porta é deixar vir, mas ao mesmo tempo o desejo de ir. Então, passar pela porta da misericórdia é um jeito de buscar a misericórdia, deixar-se tomar pela misericórdia, fazer com que ela agora seja um sinal permanente na minha vida e na minha existência.

Site oficial: http://www.iubilaeummisericordiae.va/content/gdm/pt.html

Fonte: http://www.cnbb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17797:fieis-poderao-passar-pela-porta-santa-nas-catedrais-e-santuarios&catid=114:noticias&Itemid=106

Postar um comentário

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores

Foto: